Ranking dos ESTADOS mais evangélicos pentecostais no BRASIL

24.8.11


MAPA DA RELIGIÃO 1


Acre é o Estado mais evangélico pentecostal; Sergipe é o menor

    A população da Acre é a mais evangélica pentecostal do país, com 24,18% do total. Em Rio Branco, a capital, a proporção é de 28,43%
    Em segundo lugar, na relação de Estados, vem Rondônia, com 19,95%, seguido por Pará (19,41%) e Amapá (19,01%). São Paulo ficou em 13º lugar, com 14,62%, e o Rio de Janeiro em 15º, com 14,18%. Esses dados são do Novo Mapa das Religiões elaborado pela Fundação Getúlio Vargas com dados de 2009 da POF (Pesquisa de Orçamento Familiar), do IBGE.
    Os fiéis das pentecostais representaram naquele ano 12,76% da população. As igrejas pentecostais são as que mais têm se expandido. O pesquisador Marcelo Néri, o responsável pelo mapa, disse que a Assembleia de Deus já é a segunda maior igreja do Brasil, abaixo da Católica.
    Os evangélicos -- pentecostais e de outras denominações -- subiram de 17,9% em 2003 para 20,2% em 2009. Eles são representativos principalmente nas classes D e E, afirmou Néri.

Ranking dos mais evangélicos pentecostais

Estados

1 - Acre: 24,18%
2 - Rondônia: 19,75%
3 - Pará: 19,41%
4 - Amapá: 19,01%
5 - Distrito Federal: 18,87%
6 - Roraima: 18,28%
7 - Goiás: 15,65%
8 - Mato Grosso do Sul: 15,52%
9 - Tocantins: 15,51%
10 - Espírito Santo: 15,09%
11 - Amazonas: 15,09%
12 - Mato Grosso: 14,95%
13 - São Paulo: 14,62%
14 - Paraná: 14,48%
15 - Rio de Janeiro: 14,18%
16 - Pernambuco: 12,24%
17 - Minas Gerais: 11,63%
18 - Maranhão: 11,58%
19 - Rio Grande do Norte: 11,34%
20 - Rio Grande do Sul: 9.78%
21 - Santa Catarina: 9,18%
22 - Ceará: 9,17%
23 - Alagoas: 8,63%
24 - Bahia: 8,44%
25 - Paraíba: 7,80%
26 - Piauí: 6,18%
27 - Sergipe: 4,75%

Região metropolitana (só a periferia da capital)

1 - Belo Horizonte: 24,48%
2 - Curitiba: 24,21%
3 - Salvador: 24,02%
4 - Rio de Janeiro: 20,25%
5 - Belém: 20,05%
6 - Recife: 16,95%
7 - São Paulo: 16,19%
8 - Porto Alegre: 12,69%
9 - Fortaleza: 10,45%

Capitais

1 - Rio Branco (AC): 28,43%
2 - Belém (PA): 22,99%
3 - Boa Vista (RR): 21,21%
4 - Porto Velho (RO): 19,02%
5 - Brasília (DF): 18,82%
6 - Macapá (AP): 18,38%
7 - Palmas (TO): 17,44%
8 - Campo Grande (MS): 17,18%
9 - Curitiba (PR): 16,07%
10 - Manaus (AM): 15,30%
11 - Goiânia (GO): 14,91%
12 - Belo Horizonte (MG): 13,44%
13 - São Luís (MA): 13,11%
14 - Cuiabá (MT): 13,04%
15 - Natal (RN): 12,18%
16 - Maceió (AL): 11,84%
17 - Fortaleza (CE): 11,56%
18 - João Pessoa (PB): 11,01%
19 - Rio de Janeiro (RJ): 10,95%
20 - São Paulo (SP): 10,67%
21 - Recife (PE): 10,36%
22 - Salvador (BA): 10,01%
23 - Vitória (ES): 8,42%
24 - Porto Alegre ( RS): 8,03%
25 - Florianópolis (SC): 6,81%
26 - Teresina (PI): 5,90%
27 - Aracaju (SE): 4,18%

Um comentário

  1. A Região Nordeste e o Estado do Piauí são os mais católicos do Brasil. Não por acaso são os mais caóticos.
    Religião católica: ferramenta de manipulação da dignidade e honra das pessoas. Tudo de que o CORONEL necessita para controlar os INDIGENTES.
    Religião Evangélica: anunciando a "salvação" e "bem-viver" PORQUE um não existe sem o outro.
    Católico: MONOPÓLIO (atraso).
    Evangélico: PLURALISMO (progresso).
    Dêem uma chance aos evangélicos e o Brasil mudará essa SINA de 500 anos.
    Duvide e perca!
    f_l_gomes@hotmail.com

    A renda média dos evangélicos não é alta mas não existe indigência sistêmica no meio evangélico.
    Evangélico não necessita de indigente para fazer "boa obra" como os Católicos e Espíritas.
    Os minúsculos espíritas têm renda alta mas necessitam mortalmente de INDIGENTES para fazer "boa obra".
    Legal, hein?
    Seus hipócritas! Espíritas ou Católicos. Não querem um Brasil de maioria Evangélica porque a demanda de INDIGENTES ou VAGABUNDOS nos semáforos será muito menor. Por conseguinte essa "caridade fratricida" não será tão barata: R$ 0,20 ou R$ 0,25 ou mesmo R$ 0,50.
    f_l_gomes@hotmail.com

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTARIO E SEJA FELIZ

Botão para Tweetar

 

Visualizações !!

Tags