Encontrando o que nos pertence - André Valadão

12.8.10

Toda criança ama brincar de “Esconde-esconde”. Fui criado em um bairro simples de Belo Horizonte, minha casa estava a poucas casas de uma favela grande da cidade e meus colegas de infância eram todos de lá. Nunca tive dificuldade alguma com isso, pelo contrário, acredito que uma das coisas mais importantes da vida é estarmos ligados em todo grupo social, aprendendo a lidar com todos os tipos de pessoas independente de raça, cor ou posição financeira.



Ali no bairro amávamos brincar de muitas coisas, não consigo me lembrar quantas vezes arranquei o tampão do meu dedão do pé jogando futebol nas ruas calçadas com pedras do bairro, muitas vezes colocávamos nossos pares de chinelos no meio da rua e pronto, era como se a copa do mundo tivesse começado, cada jogo era decisivo, questão de sobrevivência, dávamos o nosso melhor, e em meio a tanta euforia e velocidade acabávamos até mesmo nos machucando. Mas muitas vezes é nessa realidade da infantilidade e da competição que nascem os grandes jogadores, o que não foi necessariamente o meu caso.



Outra coisa que amávamos fazer na rua era brincar de “esconde-esconde” tudo era permitido, enquanto um se afastava e de costas contava até 10, os outros corriam o mais rápido possível para se esconderem. Nessas brincadeiras eu aprendi a me enfiar em cada buraco, como um tatu me escondia em lotes vagos, debaixo de carros e muitos outros lugares e sempre era um verdadeiro desafio para quem estava procurando os escondidos de encontra-los.



Quero te dizer que com Deus é diferente, Ele não está se escondendo de nós, Ele não está tentando tirar de você a sua cura, a sua prosperidade e a sua alegria, pelo contrario Ele quer que você as encontre.



Essa realidade de procurar até encontrar deve estar ardente em nosso coração como uma questão de sobrevivência, de busca pelo alimento que irá nos sustentar no meio do inverno da vida, quando tudo parece estar seco e sem vida, escuro e frio. Sim, são nessas horas principalmente que te digo que devemos ter essa revelação de encontrar o que nos pertence.



Jesus sempre deixou muito claro em seu ministério que nunca estava dificultando a vida das pessoas, que não estava ali para atrapalhar ou condenar, que suas intenções sempre foram o perdão e o reencontro do homem com Deus Pai.



Como um verdadeiro presente, uma dádiva, assim o Senhor tem separado pra você coisas que você nunca viu e nem mesmo sonhou. Os nossos sonhos são limitados aos nossos pensamentos, estão presentes em nós e nos levam muito longe, mas o que Deus quer te dar irá te surpreender.

Te convido hoje a buscar o que te pertence, a lutar por aquilo que Deus tem falado que está separado pra você. Pedir, buscar e bater, esse é nosso papel nestes dias. Não tenha medo, o Senhor irá te fazer encontrar o que é teu!



AV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTARIO E SEJA FELIZ

Botão para Tweetar

 

Visualizações !!

Tags